Pensando também no fora de campo, Azulão prega excelência no trabalho de base

28/11/2018

 

 

Além de jogadores, São Caetano tenta formar cidadãos para o mundo

 

(28 de novembro de 2018) - Pressão por resultados e adversidades diárias são fatores comuns no concorrido mundo da bola. Semelhante ao cenário encontrado no profissional, o futebol de base também passas por esses dilemas.

 

Contudo, diferente do que acontece no profissional, na base existe a necessidade de lidar com a construção do caráter social do jovem. Por isso, o São Caetano, como detentor do Certificado de Clube Formador, procura oferecer total assistência aos atletas que representam o clube em suas categorias menores.  

 

“Oferecemos aqui o apoio de praxe nas áreas de psicologia, pedagogia e reforço escolar, como também o auxilio familiar, pois, muitas vezes, o atleta nos procura para desabafar sobre questões deste tipo. Além de todos os requisitos necessários para um clube formador, oferecemos também todo o amparo fora de campo. Entendo que se o jogador não está bem, ele não renderá o esperado nos campeonatos. Portanto, ter o atleta o mais próximo possível de nós, possibilita que tenha melhor rendimento”, explicou a diretora das categorias de base do São Caetano, Mônica de Souza.

 

 

Além de todos os cuidados em relação a parte técnica do futebol, o Azulão proporciona atividades que contribuem pela socialização do jogador como, por exemplo, palestras que abordam diferentes assuntos com os garotos.

 

 “Nosso foco, acima de tudo, está na formação do indivíduo. O atleta aos 18 pode não ter sequência na carreira como esportista, mas vai estar formado como indivíduo. Isso que é o mais importante para nós, aqui no São Caetano”, concluiu Mônica de Souza.

 

Trabalho individual

 

Tomando cuidado em todos os aspectos quando o assunto é o tratamento com o atleta, o staff que compõe o departamento de base do Azulão procura lidar com a dificuldade de cada indivíduo. Desta forma, a psicóloga do clube, Andrea Milani Thomsen, explica qual é o resultado que se pretende atingir por meio deste processo.

 

“Precisamos trabalhar o conjunto: alimentação, família e como eles(jogadores) recebem o dia a dia. Eu analiso o perfil do atleta e, junto com o técnico da categoria, trabalhamos qual será a melhor forma de abordagem. Algumas pessoas sabem lidar com a pressão, enquanto outras não. Sabendo lidar com o outro, conseguimos melhores resultados”, analisou.

 

O São Caetano é um dos poucos times do Brasil que possui o Certificado de Clube Formador. Reconhecimento que representa o nível de excelência que existe nas categorias de base na equipe do ABC.

 

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove

comunicacao@adsaocaetano.com.br

Please reload

© 2018 A.D. São Caetano

ACOMPANHE:

  • YouTube - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Facebook Clean
  • Instagram - White Circle