10 motivos para acompanhar o Azulão na Copa Paulista

25/6/2017

Confira algumas curiosidades sobre o São Caetano no campeonato

 

 

(25 de junho de 2017) - A Copa Paulista promete muitas emoções para o torcedor do Azulão. Por isso, separamos alguns motivos para você não deixar de comparecer ao Anacleto Campanella durante a competição.


Vaga na Série D


O campeão da Copa Paulista pode optar por vaga na Série D do Campeonato Brasileiro ou na Copa do Brasil em 2018. Já garantido no torneio de mata-mata, como atual vencedor da A-2, o foco azulino é participar da quarta divisão do nacional, disputa em que esteve presente pela última vez no ano retrasado.


Manutenção do time campeão da Série A-2


Diferente da grande maioria dos participantes, o São Caetano manteve grande parte do elenco que conquistou o estadual no primeiro semestre. Até agora, deixaram o grupo apenas os atletas Lucas Frigeri, Diogo Rangel, Francisco Alex e Lincom.


Superar a melhor campanha   


O São Caetano já disputou em três oportunidades a Copa Paulista. No ano passado realizou a sua melhor campanha, quando foi eliminado apenas na semifinal pela Ferroviária.


Times tradicionais


Várias potências do Estado estão presentes na Copa Paulista. Apenas na primeira fase, por exemplo, o São Caetano terá confrontos diante de equipes de tradição como Portuguesa, Portuguesa Santista, Santos, Taubaté, Nacional, atual campeão da A-3, e o clássico frente ao Água Santa.


Sina de artilheiros


Nos últimos anos, virou quase que costume, o Azulão contar em seu elenco com o principal artilheiro das competições que participa. Foi assim com Diogo Acosta, Jô Fernandes e, recentemente, com Carlão, na Série A-2.


Será que o São Caetano manterá a sina na Copa Paulista?


Luís Carlos Martins pode se tornar o técnico com mais jogos à frente do clube


Segundo técnico que mais vezes comandou o Azulão, Luís Carlos Martins pode ultrapassar, durante a Copa Paulista, Jair Picerni, atual primeiro colocado, em número de partidas à frente do time azulino. Martins já dirigiu o São Caetano em 146 oportunidades, enquanto Picerni esteve no banco de reservas do Pequeno Gigante por 165 jogos.
 

Recordes


Dois dos jogadores com mais tempo de São Caetano, estão perto de alcançar marcas importantes pelo clube do ABC. Estes são os casos de Sandoval, com 99 partidas pela agremiação, e Bruno Recife, presente em 199 aparições do conjunto azulino.


Anacleto Campanella


Pela conquista da Série A-2, o Anacleto Campanella foi um grande aliado do Azulão. Atuando em casa no estadual, o São Caetano teve ótimo aproveitamento e sofreu apenas duas derrotas.


Na primeira fase da Copa Paulista, o time azulino jogará sete jogos na condição de mandante.


Força da torcida


Na Série A-2, o torcedor caetanista foi o 12º jogador do Azulão. Em jogos decisivos, diante das equipes do Rio Claro e Bragantino, válidos por semifinal e final, respectivamente, o São Caetano não deu chance aos adversários.


Foi também nessas partidas que a torcida do São Caetano compareceu em ótimo número no Anacleto Campanella.   


Trabalho de base


A Copa Paulista é mais uma oportunidade de observar o forte trabalho de base desenvolvido no São Caetano. Na última edição da Série A-2, Paulo Vinícius foi um dos exemplos de prata da casa que se destacou no profissional.

Assessoria de imprensa | Fabrício Cortinove
comunicacao@adsaocaetano.com.br

Please reload

© 2018 A.D. São Caetano

ACOMPANHE:

  • YouTube - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Facebook Clean
  • Instagram - White Circle